Compositor, autor, produtor, editor, poeta, músico… Do Conservatório de Música do Porto ao Jazz, formou bandas, tocou em orquestras, partiu em digressões pelo Mundo. Fundou a Escola de Jazz do Porto, a Cool Jazz Orchestra, e a Máquina do Som. Cria os Bandemónio e edita o “Viagens” em 1994, dando origem a um fenómeno sem precedentes em Portugal.

Conta, neste momento, com um total de sete discos de originais, todos escritos e compostos por si, “Viagens”, “Tempo”, “Silêncio”, “Momento”, “Luz”, “Longe” e “Contramão”, sendo que os dois últimos incluem a participação do Comité Caviar. Pedro Abrunhosa tem ainda inúmeras colaborações internacionais. Caetano Veloso, Maria Bethânia, Maceo Parker, Lenine, Nelly Furtado, entre muitos outros, interpretam canções do Autor.

Com uma sólida carreira, marcada pelo seu sucesso inegável, Pedro Abrunhosa ganhou já múltiplos discos de platina e incontáveis prémios. Editou ainda o triplo disco ao vivo “Palco”, e os DVDs “Intimidade” e “Coliseu”. É também o proprietário do estúdio de gravação BoomStudios, onde produziu os seus dois últimos trabalhos discográficos e onde actualmente são produzidos alguns dos maiores projectos portugueses e estrangeiros.